Ary Marques Porto

Ubaldo Marques Porto Filho

Ary Marques Porto nasceu em Salvador, a 15 de outubro de 1926. Era bisneto de Francisco Marques Porto, o quinto Marques Porto na história da família. Muito conceituado em Salvador, faleceu nesta cidade, aos 69 anos, no dia 22 de junho de 1996. Na edição do dia seguinte, o jornal A Tarde publicou o seguinte necrológio:

“Foi sepultado ontem, no Cemitério Jardim da Saudade, o doutor Ary Marques Porto, que faria 70 anos de idade no próximo dia 15 de outubro. Diplomado pela Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia, com doutorado em Direito Público e pós-graduação em Administração Pública pela Escola de Administração da Ufba, era aposentado como delegado especial da Secretaria de Segurança Pública da Bahia, onde foi diretor de Estudos Policiais da Academia de Polícia - Acadepol.

No magistério lecionou Direito Internacional Público na Faculdade de Direito da Ufba e na Faculdade de Direito da Universidade Católica do Salvador. Durante 14 anos chefiou a inspetoria regional (com jurisdição da Bahia ao Pará) do Conselho Administrativo de Defesa Econômica - Cade, órgão da Presidência da República.

Foi juiz do Tribunal de Justiça Esportiva da Federação Bahiana de Futebol e participou de várias entidades, dentre elas o Rotary Clube da Bahia e a Associação dos Moradores e Amigos do Rio Vermelho - Amarv, da qual era membro honorário.

Era filho de Adalberto Marques Porto e Helena Sá Marques Porto, deixando viúva a sra. Maria Alice Passos Marques Porto, quatro filhas (Any, Lia, Isa e Ada) e quatro netos”.

O professor Ary Marques Porto, que também foi advogado militante nas lides forenses da Bahia, cultivava o gosto pela poesia, tendo inclusive deixado um livro inédito de poesias - Crepúsculo.

Fontes:
1. Árvore Genealógica da Família Marques Porto,
organizada por Enódio Mesquita Marques Porto.
2. Jornal A Tarde, 23 de junho de 1996.