Adelmar Linhares

Ubaldo Marques Porto Filho

Nascido em Salvador, a 26 de maio de 1931, Adelmar Cardoso Linhares foi o primeiro presidente da Bahiatursa, empossado em 14 de novembro de 1968. Possuía diploma de bacharel em Direito pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e cursos de pós-graduação em três universidades americanas: Michigan State University, Harvard University e Stanford University.

Desenvolvia atividades didáticas como professor em duas unidades da Ufba: Escola de Administração e Faculdade de Ciências Econômicas. Trabalhava ainda como consultor administrativo, na organização e reorganização de empresas. Possuía também uma rica experiência executiva, tendo chefiado o Departamento de Administração Geral e de Relações Industriais da Escola de Administração da Ufba. Tinha sido diretor Administrativo da Companhia de Habitação de Salvador S. A. e diretor-geral do Instituto de Administração de Empresas, órgão vinculado à Ufba.

O Professor Linhares, como era chamado, deu as providências para os registros da Bahiatursa, que ficou atrelada à estrutura da Secretaria dos Assuntos Municipais e Serviços Urbanos. A sede foi instalada em duas salas (607/608) alugadas no Edifício Cervantes, na Avenida Estados Unidos nº 1, bairro do Comércio, em Salvador.

Adelmar Linhares montou uma pequena equipe com técnicos recrutados no âmbito do Departamento de Turismo do Estado e com formandos da Escola de Administração da Ufba. Além dos trabalhos da implantação administrativa, deu início às articulações para os projetos de recuperação dos hotéis de Itaparica e Cipó.

Linhares ficou pouco tempo na presidência da Bahiatursa. Considerando que estava concluída a sua missão, de implantação da empresa, renunciou oito meses após a posse, tendo transmitido o cargo em 23 de julho de 1969, para o também bacharel em direito Antônio Carlos da Porciúncula Moysés.

Texto publicado na página 134 do livro
‘Bahia, Terra da Felicidade’,
de Ubaldo Marques Porto Filho,
editado em 2006.