Expedita Teixeira

Ubaldo Marques Porto Filho

Expedita Madalena de Oliva Teixeira Cavalcante, filha do engenheiro Afonso Leite de Oliva e de Isabel Basto de Oliva, nasceu no Rio Vermelho, em 22 de julho de 1921, no setor denominado Alto de São Gonçalo.

Depois do curso primário, feito na Rua João Gomes (que à época se chamava Rua do Raphael), com a professora Alice Ferreira Vieira dos Santos, frequentou a Escola Normal (atual Iceia), diplomando-se professora primária em 1937. Lecionou em alguns estabelecimentos do bairro, dentre eles a Escola do Asylo Bom Pastor e a Escola Medalha Milagrosa.

Em 1947 graduou-se bacharela em direito e no exercício da advocacia participou de sessões do juri popular, sendo na Cidade do Salvador a primeira mulher a atuar na tribuna da defesa. Em seguida prestou concurso para o magistério do nível médio, lecionando português nos ginásios estaduais Duque de Caxias e João Florêncio Gomes.

Junto à Secretaria de Educação do Estado liderou uma campanha que resultou na criação do Ginásio Estadual Manoel Devoto, instalado no Rio Vermelho e que iniciou suas atividades letivas em 1958, tendo como primeira diretora a professora Expedita Teixeira. Nesta casa, que em 1962 passou a se chamar Colégio Estadual Manoel Devoto, lecionou até a aposentadoria compulsória.

Foi coordenadora pedagógica da Escola de Engenharia Eletromecânica da Bahia e professora de Direito do Menor na Escola do Serviço Social da Bahia. Além de intensa atuação como docente, a professora Expedita destacou-se ainda no trabalho gratuito da assistência social e jurídica aos alunos e famílias que não podiam pagar um advogado.

Ajudou o Governo do Estado na organização das Voluntárias Sociais e no Rio Vermelho foi fundadora e grande baluarte do Centro Social Monsenhor Amílcar Marques, com sede na igrejinha do Largo Santana.

A professora Expedita Teixeira, que lecionou para diversas gerações de jovens do Rio Vermelho, faleceu em Salvador, aos 79 anos, no dia 12 de setembro de 2000.

Através da Lei Municipal nº 6.126, sancionada em 31 de maio de 2002, o logradouro nº 22.803, localizado no Morro das Vivendas, entre as ruas Francisco Rosa e Rodrigo Argolo, no bairro do Rio Vermelho, recebeu a toponímia de Praça Professora Expedita Teixeira.

-------------------------------------
Texto publicado na página 4 do
‘Jornal do Rio Vermelho’
Nº 44 - Agosto 2002.