José Reis

Ubaldo Marques Porto Filho

José Miranda dos Reis Neto nasceu em 21 de março de 1937, na cidade de Serrinha, Bahia. Em Salvador foi comerciante e bancário, tendo ocupado cargos importantes no Banco Econômico da Bahia e no Banco Comercial do Nordeste. Foi empresário no setor de transportes e corretor de imóveis.

Radicado no Rio Vermelho há muitos anos, onde gozava de muito bom conceito, em 21 de dezembro de 1998 foi eleito e empossado na presidência da Diretoria Executiva da Amarv - Associação dos Moradores e Amigos do Rio Vermelho.

No comando da Amarv José Reis foi o responsável pelo Fórum Rio Vermelho, seminário interno do bairro, realizado no dia 2 de março de 1999. O evento resultou na edição da Carta do Rio Vermelho, documento que relacionou as prioridades e as ações reivindicadas pela comunidade riovermelhense. É o documento que tem servido de instrumento balizador nas intervenções da Prefeitura.

O presidente da Amarv morreu repentinamente, no alvorecer de 19 de fevereiro de 2002, aos 64 anos. Um enfarte fulminou-o em pleno sono, em sua residência, na Avenida Cardeal da Silva, a menos de cem metros do Largo de Santana.

Através da Lei Municipal nº 6.263, sancionada em 28 de janeiro de 2003, o logradouro nº 23.360, antigo ‘Beco do Cinema’, localizado entre as ruas João Gomes e Borges dos Reis, no bairro do Rio Vermelho, recebeu a toponímia de Rua José Reis.

Salvador, fevereiro de 2003.