Manoel Rogério de Souza

Ubaldo Marques Porto Filho

Manoel Galvão Rogério de Souza nasceu em 19 de janeiro de 1947, em Barra, na região baiana do Baixo Médio São Francisco. Era filho de Maria Amélia Galvão de Souza e do médico Luiz Rogério de Souza, que foi deputado estadual, professor universitário, presidente do Conselho Estadual de Educação e secretário de Educação de Salvador na gestão do prefeito Heitor Dias Pereira.

Contador por formação acadêmica, Manoel Rogério de Souza ingressou no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) como técnico de controle externo. Paradigma de servidor público, gozava de muito bom conceito entre os conselheiros e colegas de trabalho.

Afável, benquisto e agregador, exerceu três mandatos como presidente da Associação dos Servidores do Tribunal de Contas dos Municípios. Suas gestões foram pautadas pelo equilíbrio das ações reivindicatórias, pela probidade e seriedade no trato das questões do interesse coletivo da classe que representava.

Manoel faleceu aos 56 anos, em 12 de maio de 2003. Deixou três filhos, três netos e uma conduta profissional exemplar, que permanecerá como modelo no TCM. Pela Lei 6.394, sancionada pelo prefeito Antônio Imbassahy, em 12 de novembro de 2003, o logradouro nº 9.174, no Parque São Cristóvão, região administrativa de Itapoã.

Salvador, dezembro de 2003.